Jogos AAA gratuitos já são realidade

O mercado de jogos eletrônicos atingiu uma meta merecida, e já esperada a algum tempo: Os jogos online gratuitos, suportados por microtransações, atingiram o nível “AAA” de qualidade, o mais alto do mercado. Essa conquista se deve ao comprometimento de estúdios desenvolvedores e publicadores, aliado a uma política mais racional de captar recursos em seus jogos sem prejudicar agressivamente os jogadores que optarem por não investir nele.

path_of_exile_1

Path of Exile – ótimo jogo gratuito

O exemplo mais honesto que temos é o título gratuito Path of Exile (Grinding Gear), um ótimo jogo claramente inspirado na série Diablo, porém, com a melhor das políticas já adotada: Todos os recursos compráveis do jogo são cosméticos, não interferem em qualquer forma o jogo. Títulos gratuitos como TERA (Bluehole/EnMasse), Marvel Heroes (Gazillion), Neverwinter (Criptic/Perfect World) e League of Legends (RIOT) se tornaram referência do mercado de jogos eletrônicos, sendo este último o título online mais jogado do mundo, desbancando o antigo campeão, World of Warcraft, levando este a ficar com o título de mais jogado na categoria “jogos por assinatura”. Jogos como Warframe (Digital Extremes), também disponível para o console PlayStation 4, HAWKEN (Adhesive/Meteor) e Firefall (Red 5), os 2 últimos ainda em fase Beta, mostraram que é possível apresentar um jogo gratuitamente com altíssima qualidade gráfica, enredo e jogabilidade, sem comprometer a experiência do jogador, independente dos recursos investidos nos jogos, e por fim temos jogos gratuitos que se tornaram líderes de segmentos anteriormente dominados por jogos pagos, como é o caso do título gratuito Heartstone: Heroes of Warcraft (Blizzard) na categoria DCG (Digital Card Games).

Hearthstone: Heroes of Warcraft

Hearthstone: Heroes of Warcraft – mesmo ainda em fase beta, é considerado o melhor jogo de sua categoria

Os fabricantes dos consoles de mesa perceberam essa mudança e resolveram apostar nesse nicho de mercado, ainda que de forma tímida, acompanhando a plataforma Steam como um caso de sucesso responsável por colocar os jogos gratuitos no mesmo barco dos jogos pagos. Até então, os jogos gratuitos viviam em um submundo, publicados individualmente, sem apoio dos grades distribuidores e renegados a uma imagem de exploração de seus jogadores e baixa qualidade encontrada nos jogos.

Warframe - também disponível para PlayStation 4

Warframe – também disponível para PlayStation 4

Os jogos gratuitos são mais do que uma alternativa de entretenimento de qualidade, eles se tornaram uma resposta direta aos jogos explorados financeiramente pelas publicadoras que costumavam espremer suas propriedades intelectuais ao máximo, seja com lançamentos anuais de um mesmo título, esgotando qualquer possibilidade de inovação e expectativa da marca, ou seja com o lançamento recorrente de conteúdos adicionais pagos, colocando em cheque a necessidade do custo investido no título principal.

Ivan Carlos

Consultor em TI e segurança, gestão de riscos e continuidade. Mercado e indústria de jogos. Gamer, polímata, cético, centrista. Facebook - Twitter

Você pode gostar...