A Nintendo me deve!

A Nintendo não sabe trabalhar com com mercado de jogos eletrônicos sob demanda. Eu já havia reportado em “O suicídio da Nintendo” sobre os problemas de seus consoles, e chegou a hora de terminar de contar a saga.

Meu console Wii U quebrou no início de novembro.

  • Vale lembrar que ele só “quebrou” por uma falha de atualização, e que só ficou inulitizável pois os consoles da Nintendo são os únicos que não possuem um modo de manutenção para reinstalação do sistema operacional;

Então, no final do mês de novembro, coincidentemente ou não, a Nintendo lançou o Wii U oficialmente no Brasil, sendo assim eu poderia encaminhar o console para uma assistência técnica autorizada!

  •  Nota: Nem a própria Nintendo consegue restaurar o sistema operacional de um console, a “solução” é a troca da placa lógica, ou seja, a grosso modo é um console novo, ao custo de 950 reais;

Enviei para a autorizada, e 45 dias depois, o console estava pronto. Os técnicos me garantiram que eles realizariam o devido processo com a Nintendo para que tanto a minha conta do Wii U – o Nintendo Network ID – quanto os jogos registrados em seu sub-sistema Wii fossem migrados para o novo sistema/console.

  • A Nintendo trava sua conta, chamada Nintendo Network ID, por console. Se ele quebra, sua conta fica presa nele, você não consegue simplesmente comprar um novo console e usar sua conta;
  • PS: O Nintendo Wii (antigo) é ainda mais crítico, os jogos adquiridos no Wii Shop Channel ficam associados ao console, não existe qualquer “conta online” registrando os jogos adquiridos no console;
  • PS2: O portátil Nintendo 3DS recentemente passou por essa transição, ele tinha os jogos associados ao console, e agora são associados a um Nintendo Network ID, com a mesma restrição do Wii U: Você não pode simplesmente comprar um novo portátil e usar sua conta nele caso tenha perdido o console antigo;

Quando obtive o console de volta, tive 3 surpresas:

  1. Meus jogos de Wii não estavam registrados ao novo sistema/console;
  2. Minha conta do Wii U funcionamas mas eu não consegui acessar o eShop;
  3. Meu 3DS, que não tinha nada a ver com a história, também não acessava mais o eShop!

Após conversar com a assistência técnica autorizada, com a Nintendo do Brasil e com a Nintendo of America (obrigado, Paulo!), cada um passando uma informação distinta, estou na expectativa de que a Nintendo of America consiga transferir todos os meus jogos para uma nova conta. Atualmente meu prejuízo é de 1554,42 reais e 13 jogos que não estão mais disponíveis para compra:

Workbook1

Me responsa a seguinte pergunta: Você confiaria em uma empresa que te vendesse um computador mas não fornecesse meios para que você o formatasse em caso de erro (nem a própria empresa!), e em caso de defeito, você não tinha tivesse alternativa além de jogá-lo fora com todo o conteúdo/mídia/programas/jogos que tenha comprado para usar nele?

Ivan Carlos

Consultor em TI e segurança, gestão de riscos e continuidade. Mercado e indústria de jogos. Gamer, polímata, cético, centrista. Facebook - Twitter

Você pode gostar...