Quantas vezes em pré lançamento de grandes jogos não ouvimos coisas como “Terei que dar um update na minha máquina” ou então um “quais serão os requisitos mínimos para esse jogo?”. E se simplesmente investimentos extremamente altos em hardwares não fossem mais necessários para se jogar o novo lançamento? e se ninguém precisasse fazer longas discussões sobre qual placa de video é a melhor para o novo Grand Theft Auto? Bem, isso agora é uma realidade.

A alguns anos foi criado o método de distribuição digital de softwares em geral, dentre eles aplicativos, softwares desenvolvedores dos mesmos e jogos. Não foi muito aceito no início justamente por não ter a confiança que os serviços sobreviveriam, conseqüentemente fazendo com que seu investimento tenha um resultado satisfatório. Hoje a Steam é nada mais que uma das maiores distribuidoras de jogos e conteúdo digital do planeta.



Interface do serviço Steam

Interface do serviço Steam

Hoje está nascendo um novo serviço, consideraria a “Steam” da nova geração, é a OnLive. A Onlive é um serviço na qual oferece aos jogadores uma nova forma de jogar seus jogos favoritos sem ter uma máquina voltada para games. Bem, irei explicar melhor o conceito empregado.

O serviço OnLive funciona com comandos de servidor, é como se fosse um streaming de video, o game em questão é rodado em um super servidor da empresa, a imagem é enviada para você e conseqüentemente seus comandos são enviados ao servidor, ou seja, você está jogando em um servidor da empresa com espelhamento em seu computador. É o mesmo sistema de streaming usado pelo netflix, então imagine um netflix de jogos, é a OnLive.

Interface do sistema OnLive

Interface do sistema OnLive

Com esse novo conceito de distribuição de jogos, mata a necessidade dos “requisitos mínimos” de hardware atuais, e seriam necessários apenas periféricos padrões e uma boa conexão com a internet. Mesmo a internet super veloz ser um pouco distante da realidade da maioria dos brasileiros, ainda é um sistema interessante a se dar atenção.

As características que mais chama atenção no novo serviço são:

  • Não necessidade de ter um computador potente para rodar jogos atuais.
  • Simplicidade nas formas de pagamento.
  • Método de distribuição simples.
  • Adaptado a maioria dos gadgets atuais.
  • possui um console próprio.
  • Não se limitar apenas a jogos mas, se expandindo a aplicativos em geral.

Apesar de ter parecido mais uma propaganda do serviço, não recomendaria encarar assim. Espero que a Onlive seja uma das primeiras entre muitas distribuidoras de games em nuvem, afinal, nem todos tem mil reais de sobra todo ano para trocar uma placa de video.