Sempre considerei a jogabilidade o fator crucial que pode definir se um jogo vai ser um sucesso ou um completo fracasso. Afinal, uma coisa é você perder em um jogo porque você realmente não foi bom o bastante, outra coisa é você perder porque o jogo não permitiu que você ganhasse. Outro problema em muitos títulos da atualidade é a poluição visual , ou seja, um excesso de informações na sua tela principal. Um problema que precisa ser urgentemente eliminado

Com esses conceitos, fui acompanhando a evolução no mundo dos jogos. Antes a jogabilidade era fluida, estável e os desenvolvedores focavam melhorar os motores gráficos dos consoles, e como os jogos poderiam aproveita-los, já hoje em dia com os gráficos cada vez mais realistas os desenvolvedores tem outro desafio, o desafio de tornar a jogabilidade novamente fluida e de eliminar as informações de segundo plano ou melhor, recoloca-las em um outro ambiente.



tom-clancys-ghost-recon-advanced-warfighter-20060327053648887

O antigo GRAW erá campeão em conteúdo informativo na tela

“Mas onde colocar essas informações de segundo plano que são necessárias? Quem sabe uma segunda tela ou então um novo controle” Uma ideia interessante, mas não muito viável, já que não seria financeiramente aceita pelo público em geral, ter que comprar novamente seus acessórios para poder aproveitar melhor seus jogos não é muito legal. Então os desenvolvedores resolveram trazer todo esse conceito para um lugar que qualquer um poderia acessar sem ter que pagar novamente por novos acessórios, os smartphones e tablets.

Asphalt

Game Asphalt 7 que permite o espelhamento e separação de conteúdo entre o tablet e o monitor

A Microsoft trouxe para nós o Smartglass, um sistema interessante que transfere mapas, informações e até comandos de segundo plano dos seus principais jogos para qualquer smartphone ou tablet compatível com os aplicativos distribuídos pela mesma para a conexão entre os devices e os consoles.

forza_horizon_smartglass1

Game Forza Horizon usando o sistema SmartGlass

A Nintendo foi mais visionaria ainda, viu que os consoles necessitam de uma jogabilidade nova e colocou uma segunda tela em um novo estilo de controle baseado em um tablet e uma seqüência de botões que lembram muito o Classic Controller lançado para Nintendo Wii.

zombiu-553-001

Imagem promocional do ZombiU, game de lançamento para WiiU, em baixo os dois novos controles da nintendo

Com o conceito da segunda tela sendo desenvolvido, os produtores acabam com os problemas de poluição visual e adaptação de um novo conceito de jogabilidade. Para mim, uma das melhores ideias dessa geração.