A Take-Two anunciou que o jogo Mafia II será lançado para PC, PS3 e Xbox360 no dia 24 de agosto nos Estados Unidos e 27 de agosto na Europa.  Aleluia, irmão! A única coisa que me desanimou foi os desenvolvedores anunciarem que  não existirá o modo multi-player pois eles vão se focar integralmente no modo single-player.

Diferente de Mafia I, que se passou  nos anos 30, Mafia II se passará no final dos anos 40 e início dos 50 na  cidade fictícia de Empire Bay, inspirada em Nova Iorque e São Francisco, será enorme, com cerca de 20 regiões diferentes, terá 16km² e 100% explorável. Danos nos carros estarão bem fiéis a realidade e existe a possibilidade de carregar armas, roupas e indivíduos mortos no porta-malas. Existem cerca 100 lugares de interação, ou seja 100 lugares para arrumar um trabalho, proteger, atacar, comer, roubar carros, guardar carros, comprar armas, roubar dinheiro, guardar dinheiro, garagens para reformar o carro… Além disso, o jogo terá cerca de 120 músicas das décadas de 40 e 50 e graças a um acordo da 2K com a Playboy, pode-se folhear cerca de 50 revistas clássicas da década de 1950.

Pelos vídeos que eu assisti o gráfico está muito bom e tudo o que eu li aponta que a AI (inteligência artificial) será uma magavilha. Ainda temos que aguardar para ver a jogabilidade, diversão, som e enredo. Falando nisso, o protagonista é um imigrante siciliano, Vito Scaleta, que acaba de chegar em casa após voltar da  Segunda Guerra Mundial. Quando chega em casa encontra a mãe e irmã, e descobre que o pai falecido tinha altas dívidas com um agiota barra pesada. Acaba  infiltrando-se na máfia com a ajuda de um grande amigo de infância, Joe,  para tentar saldar a dívida, mas outros problemas começam a surgir e Vito acaba permanecendo ao lado de Joe. A reputação de Vito e os problemas crescem que nem uma bola de neve.

Como no Mafia I, ainda é necessário respeitar as leis e leis de trânsito (ou não), dependendo do caso pode-se tentar presentear o policial com uma ” pequena” quantia, e então o policial tem uma amnésia repentina do que aconteceu, caso contrário será multado ou até mesmo preso. Admito que no Mafia I isso me chateava muito! Parar em semáforos, respeitar o limite de velocidade e essas coisas.

Mafia II será em terceira pessoa, terá sistema de cobertura para os tiroteios, regeneração de vida após alguns segundos, combate mano-a-mano e mais outras coisinhas.  Os carros serão fiéis aos dos anos 40 e 50, assim como as músicas, roupas, gírias, e outros elementos que deixam o jogo ainda mais realista. O jogo contará com  um sistema stream em tempo real para a construção dos cenários, ou seja sem loading. E mais! Existirá tempo meteorológico, logo quando estiver calor as pessoas na rua estarão com uma roupa leve. Quando estiver frio estarão bem agasalhadas, elas também agem como na vida real, seja varrendo a calçada, tropeçando, carregando as compras, passeando, brigando, essas coisas que fazemos no dia-a-dia. Ainda tem os que fazem ações aleatórias, isto é, “não” foram pré-programados para fazer a tal ação naquele momento. Os carros também irão variar de acordo com a região e horário. Ao contrario do Mafia I, qualquer carro pode ser roubado e não tem que ser destravado com o decorrer do jogo.

Mafia I foi um sucesso na época, espero que o Mafia II siga os passos do antecessor e abale tudo com as novas tecnologias inventadas. Não se assuste com algum rato vagando por ai! (segundo vídeo, 1:54)