Guia prático para não ter um nick estúpido em jogos online

* Este post é uma reprodução do post publicado por Ciro “Argus” no portal Continue.com.br.
* Post original disponível em http://wp.me/p9bDQ-2ny
(enquanto o Continue existir, ele não é atualizado a alguns meses…)

Em um post que gerou BASTANTE discussão no ano passado, meu amigo que mais parece com o Salsicha do Scooby-Doo, Fabio Bracht, deu um pequeno sermão pela conhecida “filhadaputice” dos brasileiros em jogos online, além da sensacional ignorância, que já gerou todo tipo de meme genial nos Imageboards *chan por aí. Mas não é disso que eu venho falar, já que é passado e quem vive de passado é a Sega e suas Sonic Collections.

No segundo tópico de seu texto, o Fabio falou um pouco dos nicks estúpidos que infestam os jogos online. E eu, senhores, venho guiá-los pelo bom caminho! Após o nosso tradicional – mas imprevisível e até mesmo perigoso – continue, darei exemplos e dicas de como escolher um apelido para jogos online que não vai ser odiado por mim e por qualquer pessoa com mais de 17 anos.

Eu vim metaforicamente correndo para o editor de texto do WordPress após uma rápida partida de Team Fortress no mapa Badwater Basin, depois de uma certa discussão com o jogador “apex.rk“. Ou jogadora, ao julgar pela foto, mas duvido que não seja um barbado usando foto de mulher para conseguir tratamento diferenciado, o que infelizmente também é comum nos jogos online.

Enfim, o fato é que o jogador estava utilizando uma tática bem primitiva com o Demoman, que é encher o spawn point do time adversário com bombas e detoná-las quando a galerinha sair para jogar. Depois de ter nos matado duas vezes, ele provocou no chat “gostando, seus tolos?” Sim, ele usou a expressão “tolos”, e nem é um vilão de anime de segunda! Eu respondi “Então, senhor Apex, acho uma tática bem básica” no que recebo um “aff, Apex é o clã, APRENDE, seu burro”.

Calmaí. Recaptulem o nick do sujeito: “apex.rk”. Concordam que em geral clãs usam siglas e, mesmo que o nick do cara fosse “apex.xepa”, o nome está mal dividido do clã? “Ora, você podia ser o Apex do Rocket Knights“, sei lá. Ele negou e parece ter ficado bem irritado. Minha primeira dica, então, é a seguinte: evitem ser esse cara.

Meu nick no steam é “[C»] Argus”, e até hoje NINGUÉM disse “ô, Cê Seta Seta, me cura aí!” quando eu jogo de médico. Fora que o formato “[Sigla do Clã] Nick”, é o mais reconhecido por aí, então para que inventar algo diferente só para achar bonito? Estou falando de separadores “singulares”, como uma barra vertical, um ponto ou um apóstrofe, que não separam visualmente o nick do nome do clã. Ninguém vai te respeitar a mais se teu nick for “HrTm.cffmkr” ou “PwN~’ | ?i?J?!“.

Esse último inclusive representa outro problema clássico desde sempre. Pessoal um dia descobre que se segurar o Alt esquerdo e botar uns números aleatórios no teclado numérico, sai um símbolo especial. Mais tarde, descobrem o Guia de Caracteres Especiais do Windows, e que muitos deles lembram letras diferenciadas, aí o caos é instalado. Nosso amigo Ninja deve ter passado quase uma hora procurando DUAS letras N diferentes na lista de caracteres, que inclusive não aparecem aqui no blog, e certamente devemos respeitá-lo mais por isso! Ou não.

Sério, pessoal, parem com essa putaria. Isso não é bonito. Na maior parte das vezes, esses nicks são completamente ilegíveis. E ter um nick ilegível num jogo online onde as pessoas podem querer se referir a você é tão inteligente quanto comprar um Xbox 360 e colocá-lo dentro de um forno ligado enquanto joga.

Vergonha alheia.

Mais alguns exemplos aí, de um jogo em um servidor brasileiro. “Alô, jotaquatroka ebê”! “Qual é a boa, Uagui Tegêtê”. Preciso falar mais alguma coisa?

“Argus, então me ajuda!”, você diz, “meu nick é ‘Dark Killer Night Crawler 666’ do clã ‘Cruzados do Metal’, como faço para ter um nick legal?” Então, amiguinho, faça assim:

  1. Troque esse nick. Ninguém vai te chamar pelo nome inteiro, além de ele ser bem estúpido. Que tal apenas “Dark Killer”, mesmo?
  2. Separe bem o nick do clã. Seu clã deve ter uma sigla. Supondo que seja “CM”, coloque-a antes do nick com algo que separe bem no resto. Para fugir dos colchetes, já que você quer tanto ser diferente e único, vamos usar duas barras verticais. “|CM|”, então.
  3. Que bom que você não usou símbolos! Nem abra o mapa de caracteres. Mas, se a tentação um dia for grande demais para resistir, use símbolos fora do nome, ou então símbolos que se pareçam muito com letras, para que continuem legíveis.
  4. Leia o seu nick em voz alta. Olhe para o seu cachorro/gato/papagaio e chame-o por esse nick. Conseguiu? Não enrolou a língua? Ótimo. Se deu errado, comece do passo 1 de novo.

Seu nick agora é “|CM| Dark Killer”. Vá dar um headshots, agora. Ou melhor: vá jogar de Medic e ver a diferença que faz quando as pessoas sabem do que te chamar.

Viram como é fácil? Agora ninguém mais vai confundir o nick de vocês com o nome do clã, ou simplesmente não avisá-los da Claymore ali na frente porque não entende seu nome. Dá certo com os gringos! Olha como a maioria deles têm nicks completamente pronunciáveis:

O Pope Donut tava pwnando o Bracht lindamente.

Ignorem minha performance vergonhosa e dêem uma olhada nos jogadores. Estão vendo algum símbolo estúpido no meio do nick, ou uma sigla de clã em posição confusa? Pois é. É assim que se faz.

Uma última dica: ninguém quer saber se você está com um mouse novo, se a sua placa de vídeo é uma GeForce Over 9000, ou qual é a resolução que você está usando, então não bote isso depois no nick. Ora.

Cada um tem o direito de ignorar tudo que este post (e o bom senso) diz e colocar o nick que der na telha. Assim como a gente tem o direito de não gostar e querer ensinar para as pessoas como ter um nick legal. Espero que alguém aprenda.

Ivan Carlos

Consultor em TI e segurança, gestão de riscos e continuidade. Mercado e indústria de jogos. Gamer, polímata, cético, centrista. Facebook - Twitter

Você pode gostar...