Apresentação

Desenvolvido pela The Game Kitchen e publicado pela Team17, Blasphemous é um novo jogo no estilo “Soulsvania” (apelido para uma mistura de estilos Souls Like e Metroidvania) lançado para Nintendo Switch, PC, PlayStation 4 e Xbox One em 10 de setembro de 2019.

Uma maldição imunda cai sobre a terra de Cvstodia e todos os seus habitantes. Essa maldição é simplesmente conhecida como “O Milagre”. O jogo possui uma temática religiosa e bem supersticiosa, com uma forte influência do cristianismo.

Uma máscara estranha e uma coroa de espinhos… Qualquer semelhança com uma certa figura cristá não é mera coincidência.

Se Castlevania Symphony of the Night e Dark Souls tivessem um filho, com certeza esse seria Blasphemous.

Como a popularidade de jogos no estilo Souls Like e Metroidvania ultimamente tem crescido muito, vários jogos desse tipo tem aparecido recentemente no mercado de games. Mas poucos deles são tão bem executados como Blasfemous.

Sistema e Jogabilidade

Como já esperado em um jogo do tipo Metroidvania, Blasfemous consiste em um side scrolling onde o jogador se encontra num mundo aberto cheio de lugares para se explorar, itens e segredos à descobrir e desvendar e é lógico, uma infinidade de inimigos, chefes e todos os tipos de bizarrices que se pode esperar.

Esse cabra amarrado e segurando um enorme pergaminho, no meio do nada esperando um capacetudo com coroa de espinhos passar para poder dar um recadinho, com certeza é bem bizarro…

A arte em geral do jogo é bem sangrenta e pesada, lembrando bastante o clima que vemos na franquia Dark Souls. De começo nada é explicado e seu personagem é simplesmente jogado em um mundo vasto e cheio de lugares à se explorar. Com o passar do tempo vamos entendendo melhor quem somos e por que estamos ali, e por fim qual é o nosso objetivo final.

As mecânicas de jogabilidade são bem consistentes e tudo flui muito bem. Temos uma árvore de habilidades onde evoluímos nosso personagem com melhorias tanto passivas quanto ativas. Essas habilidades são compradas com a moeda do jogo chamada de Lágrimas de Expiação, obtida ao derrotar inimigos em geral dentro do jogo. Essas lágrimas também são usadas para comprar itens e equipamentos de mercadores que ficam espalhados pelo jogo. E falando em itens, é possível também melhorar o seu personagem com vários itens e relíquias únicas que vão sendo encontradas conforme se explora o jogo. É totalmente importante vasculhar cada canto do mundo para não deixar passar nada.

Árvore de habilidades do seu personagem. Combinado com os vários itens e relíquias que você pode adquirir, as possibilidades são enormes.

Ao percorrer pelo mundo, você encontrará várias pessoas tentando viver suas vidas. Essas pessoas geralmente precisam de sua ajuda para conseguir continuar seus caminhos e objetivos. Ao ajudá-los em suas buscas, você provavelmente encontrará relíquias e orações únicas que de outra forma não será possível serem encontradas de outra maneira. E pode ter certeza que percorrer esse mundo vai te dar trabalho, pois ele é gigantesco e repleto de locais para explorar e uma infinidade de caminhos alternativos.

Os chefes em Blasfemous são osso duro de roer. Será necessário muita habilidade e tempo para derrotar cada um deles. A parte boa é que você não precisa fazer tudo isso sozinho. Existe uma mulher chamada Veridiana que pode te ajudar à enfrentar certas lutas contra chefes. Quando você concordar com ama oferta feita por ela, a mesma aparecerá no fundo da luta não podendo ser atacada pelo inimigo, e com isso será capaz de enviar cura essencial de tempos em tempos.

O chefe da introdução do jogo já mostra que a parada vai ser complicada.

Cada vez morto você ganhará culpa. Isso resulta em espinhos crescendo sobre seu medidor especial que aparecerão como uma barra azul logo abaixo do seu medidor de saúde. Esses espinhos tornarão essa seção da barra inutilizável e para voltar ao normal é preciso retirar a sua culpa. Para fazer isso existem duas maneiras. Você pode pagar um confessor para absolvê-lo ou chegar no ponto em que foi morto e recuperar o seu fantasma para limpar a sua culpa.

Esse nanico aí te ajuda à se livrar de sua pesada culpa. Pagando uma pequena taxa, é claro…

Mas nem tudo são flores. Conforme ela vai te ajudando nos chefes o poder dela vai diminuindo e, depois que ela te ajudar à derrotar três deles, o poder dela se esvai e não poderá mais ajudá-lo. Sendo assim é necessário escolher muito bem quais chefes no jogo ela poderá te ajudar.

Considerações Finais

Embora os desenvolvedores tenham optado por certas escolhas na arte, história e ambientação um tanto quanto questionáveis na minha opinião, Blasfemous é um excelente jogo no estilo “Soulsvania” que cumpre com muita competência o que promete. Excelente jogabilidade, ótima trilha e efeitos sonoros e como não poderia ser diferente, uma dificuldade de intimidar qualquer um. Se você curte jogo esse tipo de jogo, Blasfemous é com certeza muito mais que obrigatório em sua biblioteca de jogos seja lá em qual plataforma você jogue.

Gostaria de agradecer ao GOG.com por fornecer a versão de PC do jogo para análise.