Magik Bottles [Android, IOS] – Review

Ajude os jovens aprendizes de magia a derrotar Bilgratus, resgatar seus mestres e restaurar o Espírito Mágico. Se aventure num mundo fantástico cheio de seres mágicos e enfrentando, e esmagando goblins e suas máquinas malignas. Essa é a proposta da estreante Minigum. O jogo é grátis para as plataformas IOS e Android:

História

Em Magik Bottles você está em Aegnis, um mundo fantástico cheio de seres mágicos que vivem em paz e harmonia com a natureza. Isso até Bilgratus e seus goblins sequestrarem os magos mestres e o Espírito Mágico. É seu dever como um dos jovens aprendizes de magia de resgatar seus mestres e restaurar o balanço ao mundo mágico.

 

Jogabilidade

As fases são bem diversificadas e você deve explorar florestas ancestrais, pular sobre tartarugas gigantes, viaje por campos floridos e escale montanhas lendárias. Com toda essa diversificação os cenários não ficam repetitivos.

Os inimigos são goblins à pé, com máquinas terrestres e voadoras, ou munidos de armas e/ou escudos, dando bastante variedades de inimigos tendo que se usar métodos diferentes para poder superar os obstáculos. Falando nisso, existem vários objetos espalhados nas fases para auxiliar (elevadores e expansores) ou atrapalhar (plataformas que caem e barricatas) dando um diferencial a mais nas fases.

A dificuldade escala bem, sempre ficando mais complicado e desafiador a cada fase.

A cada grupo de fases existem os bosses que são totalmente únicos em ataques, tamanhos e estilos de combates.

O jogo tem 4 personagens: Chillie, a garota meio-dragão; Artie, o aprendiz da Justiça; Drake, o corvo das sombras; Roxie, a maga inventora.

Cada um dos personagens tem seu próprio tipo de ataque mudando a distância, tipo de projétil e alcance. O jogo deixa bem aberto para o uso de qualquer um dos personagens, sem um ganho direto, tornando mais uma preferência para o estilo de jogo, do visual ou dos ataques.

Graficos e som

O estilo de desenho animado funciona bem com o jogo, sem qualquer estranheza na animação ou na combinação dos personagens com o fundo. A música é bem composta e em estilo épica/militar. Os efeitos sonoros são precisos e batem com o estilo de desenho.

Conclusão

 

O jogo funciona bem, e tem diversas fases indo das mais fáceis as mais desafiadoras, os controles tem uma ótima resposta, mesmo nas miras dos ataques e a diversidade dos personagens, tanto dentro da historia quanto no estilo de jogo faz com que as fases ainda sejam reaproveitáveis para tentar superar as pontuações dos outros personagens e ver com qual você se sai melhor. A única critica seria aproveitar a variedade de personagens e deixar coisas que apenas eles poderiam fazer naquela fase, por exemplo, apenas personagem X conseguiria acessar a parte Y da fase pois apenas ele teria a habilidade Z necessária.

No geral o jogo é divertido, agradável, empolgante e desafiador. Sem falar que roda bem e sem quedas de frames.

E o principal, é grátis.

 

 

Fernando Salgado

Fernando Salgado

A vida é curta demais para viver apenas uma.

Você pode gostar...