Testando GTX 1050 TI da NVIDIA

Recentemente, recebi uma placa de vídeo da NVIDIA para teste e review, uma GTX 1050 TI.

Meu computador é um AMD FX8320 com 16gb de RAM e dois SSDs, um de 120gb e um de 240gb, onde o sistema operacional fica instalado no de 120gb, e eu deixo o de 240gb só para jogos, com uma AMD Radeon R7 370.

A placa que recebi da NVIDIA, é uma placa pequena, que ocupa pouco espaço dentro do gabinete, possui duas entradas HDMI e uma DVI-D, sendo possível ligar até 3 monitores ao mesmo tempo. Energicamente ela também é mais econômica por não ter entrada de energia.

Apresentando as informações básicas, vamos aos testes:

Teste de benchmark:

Para fazer o teste de comparação, utilizei o 3D Mark Demo, que baixei na própria Steam, e eis os resultados:

AMD Radeon R7:

Não foram resultados lá muito bons. No próprio vídeo de teste do 3DMark dá para reparar numa pequena lentidão e um gráfico meio “quadrado”, conforme os testes vão sendo efetuados. Pontuação final: 1.479, a validação do desemprenho não é a mais recomendada, segundo o programa.

NVIDIA 1050 TI:

Mesmo sem precisar ver os resultados do teste, a diferença gráfica e fluidez do vídeo é altamente perceptível. Após verificar a pontuação, não há dúvidas da melhora na performance. Num total de 2.328 pontos, a validação passou pelo teste, superando 13% da maioria dos resultados.

Na prática:

World of Warcraft

Um jogo já antigo que não precisa de um computador potente para rodar.

R7:

GTX 1050 TI:

Sinceramente, para esse jogo, notei pouca mudança, achei os contornos mais suaves, mas fora isso, não percebi muita diferença, tanto que é possível verificar o FPS, que é praticamente o mesmo.

Middle-Earth: Shadow of Mordor:

O jogo já tem uns dois anos, mas eu me lembro muito bem que com minha placa antiga eu não conseguia jogar no Ultra sem travar.

R7:

GTX 1050 TI:

Nesse sim, dá pra notar bem a diferença entre uma placa e outra, principalmente nas texturas. Uma grande mudança no FPS.

The Witcher 3:

Um jogos mais pesados da atualidade foi o meu teste final.

R7:

GTX 1050 TI:

Uma mudança considerável na textura e na contagem de FPS, levando em consideração o peso do jogo, ficou mais bonito com a mudança de placa.

Considerações finais

O intuito do review não era exatamente fazer uma comparação entra a placa X e a placa Y, tanto porque a equiparação não é muito justa devido aos modelos das placas, porém, tinha que haver algum parâmetro para mostrar o que notei e as impressões causadas.

A GTX 1050 TI é uma placa um pouco mais potente que a atual que possuo, e claramente deixa o jogo mais “liso” e as texturas mais bonitas, e, claro, aumentou o FPS, deixando os jogos mais fluídos (tirando o WoW).

É uma placa de custo x benefício que vale a pena! É possível aproveitar bem a fluidez dos jogos e contemplar as belas mudanças gráficas.

 

 

Ju Luthien

Sulsancaetanense de 29 anos. Gamer, rata de livros e devoradora de séries.

Você pode gostar...