A fim de produzir um telefone inovador, a Nexbit lançou o smartphone Robin em 2015 como prova de que a simplicidade de um software pode proporcionar performance além de meras especificações de hardware.

A Razer anunciou a aquisição da maioria dos ativos da Nexbit e a manutenção da diretoria e funcionários da empresas. Detalhes financeiros da transação não foram revelados.

A Nextbit atuará como uma unidade de negócio independente, sob sua própria administração e separada dos negócios de sua empresa matriz. Além disso, a Nextbit continuará a produzir e a dar todo o suporte e atualizações ao smartphone Robin.

   “A Nextbit é uma das empresas mais interessantes do cenário mobile, disse Min-Liang Tan, CEO e cofundador da Razer. “Historicamente, nossa tecnologia e habilidade de desenvolvimento e inovação têm nos permitido dominar categorias, como de periféricos e laptops, que já tinham líderes de longa data. Com o talento da Nextbit ao lado da Razer, olhamos adiante e vislumbramos um crescimento ainda maior de nossos negócios em novas áreas”.

“A fim de alcançar um público maior e continuar a nossa missão, decidimos nos juntar a uma marca maior, disse Tom Moss, CEO e cofundador da Nextbit. “Temos a sorte de ter encontrado na Razer uma empresa com os mesmos valores sobre buscar os limites daquilo que os nossos produtos são capazes de fazer”, completa.