A melhor franquia de mafiosos do mundo dos games finalmente retorna aos negócios de família este ano com Mafia II. O primeiro jogo da franquia lançado em 2002 é sem dúvidas um clássico dos games. Será então que a 2K Games conseguiu superar as espectativas dos fãs após essa longa espera de 8 anos?

Após ser capturado por se envolver em roubos, Vitto Scalleta, nosso protagonista, ao invés de ir para a cadeia é enviado para Europa para lutar na 2ª Guerra mundial. Na sua volta pra casa, em um bairro pobre dos Estados unidos, sem dinheiro, tendo que recomeçar tudo do zero, e ainda de face com uma antiga dívida de seu falecido pai, Vitto não pensa duas vezes quando encontra a oportunidade de entrar de vez no mundo dos gangsters e fazer carreira na Mafia. Embarcando assim em um caminho sem volta envolvendo drogas, mulheres, roubos, traições e claro, muitas mortes.



Assim como esperado, é nesse aspecto que encontramos a maior qualidade do game. Em mafia II somos entregues a personagens carismáticos e marcantes, com excelentes dublagens e trilha sonora do mais clássico jazz e rock dos anos 40 e 50, em uma história sólida e envolvente que faz um retrato do mundo do crime e das suas consequências, em uma visão não tão glamurosa como a do seu romantizado antecessor.

De um modo geral, Mafia II compartilha da mesma premissa de mundo aberto de Grand theft auto, com jogabilidade dividida entre dirigir, atirar, combates corpo-a-corpo e outros eventos paralelos. Mas enquanto na cidade de Liberty City de Grand theft auto 4 existem dezenas de missões e eventos a sua escolha, permitindo assim que vc decida quando e como prosseguir com a história, aqui em Empire Bay é adotado um sistema de história totalmente linear, baseado no formato de capítulos.

Surpreendentemente além do esperado, as missões se mostram super bem feitas, e combinam muito bem com o espírito da época. Tarefas como vender cigarros, roubos e transporte de dinheiro e drogas se intercalam com tiroteios com gangsters, vinganças pessoais e assassinatos de pessoas do alto nível. Misturando isso em infinitas situações, todas missões se tornam únicas e marcantes. E no fim das contas voce nunca vai pensar que fez o mesmo tipo de missão mais de uma vez.

Com tantos problemas que você causa por onde quer que passe, esteja preparado para estar sempre em apuros e frequentemente procurado pela polícia da cidade. Para fugir da lei voce terá que adotar algumas táticas como trocar a placa do seu carro, e mudar a roupa que está vestindo. No caso das suas táticas falharem e voce for rendido, não desista, pois pagar um “cafézinho” poderá ajudar o policial a esquecer o problema.

Além de vender carros para o ferro velho e encontrar as interessantes fotos colecionaveis de coelhinhas da playboy, realmente não há muito oque fazer em Empire bay fora a campanha principal. Praticamente não existem missões paralelas para cumprir e os poucous lugares para se visitar nas ruas de Empire Bay são algumas lojas de armas e roupas, alguns bares e lanchonetes. Considerando que a história pode ser finalizada em 10 horas ou um pouco mais dependendo do nível de dificuldade escolhido e analisando também o fato do jogo não possuir nenhum modo mulltiplayer como um potencial modo cooperativo, e nem mesmo um simples modo competitivo de deathmatch, temos a impressão de que oque nos foi entregue como produto final, não é todo material desenvolvido e planejado pela produtora.

E é nesse ponto em que devemos citar os DLCs. Sim, antes mesmo do lançamento oficial de Mafia II, a distribuidora ja havia anunciado material extra pago para o jogo.

A primeira expansão disponível para compra por todos possuídores de Mafia II se chama Jimmy’s Vendetta, lançado poucos dias depois do lançamento de Mafia II e custa 10 dolares. Neste pacote de missões voce assume o controle de Jimmy, um cara que costumava fazer qualquer trabalho sujo para outros gangsters até ser traído e ir para a cadeia. Agora que conseguiu escapar, tentará se vingar daqueles que o colocaram no xadrez.

Além da cutscene inicial, que explica rapidamente a história a pouco citada, não ha uma linha narrativa e praticamente não há uma história nesta expansão. Aqui é adotado um estilo mais arcade. Oque quer dizer nesse caso que oque voce deve fazer é basicamente escolher uma missão no mapa, dirigir até o local, aceitar a missão em um ícone flutuante e então finalizar o trabalho antes que o tempo acabe. E enquanto voce viaja por Empire bay matando pessoas, roubando e explodindo carros, voce ganha pontos extras por número de mortes, headshots e alta velocidade. Completada a missão voce terá uma pontuação total e uma nota pelo seu trabalho.
Não que esse estilo de jogo totalmente voltado para a ação seja ruim. Afinal Jimmy’s Vendetta está mais para o estilo Sandbox que a própria campanha principal do jogo. Mas, vamos ser sinceros, as 30 missões desta expansão, são as missões paralelas que deveriam estar inclusas no jogo principal.

Além de Jimmy’s Vendetta, outro pacote de expansão, desta vez exclusivo para playstation 3, chamado “Betrayal of Jimmy” já está disponível para compra, e é uma espécie de prelúdio da expansão citada anteriormente. E agora mais recentemente a 2K games anunciou mais um pacote de expansão a caminho que se chama “Joe’s Adventures”. A impressão de que o jogo foi cortado em várias partes antes do seu lançamento, e que agora querem vende-las aos jogadores aos poucos, e assim fazer muito mais dinheiro é quase inevitável.

Para finalizar podemos dizer que Mafia II nos traz um sólido e envolvente game da era clássica dos mafiosos e que é facilmente recomendável. Mas se voce é daqueles que adotam a longevidade como fator principal de escolha, a ausencia de atividades extras e modo multiplayer poderão te desapontar. Por outro lado se voce procura por um excelente jogo de tiro em terceira pessoa que te jogará dentro da história, Mafia II vale a pena.

Mafia II
Lançamento: Agosto de 2010
Publisher: 2K Games
Estúdio: 2K Czech
Plataformas: PC, PlayStation 3, Xbox 360

8.0

+ Personagens clássicos, marcantes, carismáticos embebidos em uma história envolvente, fantástico!
+ Sólido e marcante single player, embora parece estar faltando algo…
+ Gráficos atuais, muito bem trabalhados, sem exageros
+ Trilha sonora fantástica e muito bem ambientada
+ Alguém aí falou em coelhinhas da Playboy?
– Esse tipo de jogo merecia um multiplayer
– Clara sensação que parte dos esforços de desenvolvimento foram dedicados aos DLCs
– Linearidade excessiva
– Poderia tentar fugir um pouco da sobra de Grand Theft Auto
  • Esta cópia foi adquirida pelo editor e testada através do PC (especificações pendentes)