Como a tela do Nintendo 3DS parece? Ela parece ótima.

No momento em que você coloca as mãos no 3DS, você sente algo diferente. Ele é basicamente um DS, mas talvez um pouquinho mais leve que o DSi.

Ao invés disso, a Nintendo deixou as unidades de demonstração (presas nas mãos de modelos) durante a E3, rodando imagens em 3D de personagens famosos, como Mario e Yoshi. Olhando reto, a nova tela é brilhante, cheia de cores e, sim, ela é 3D. Você olha um pouco mais para a tela do que para as imagens saltando, como numa janela – um efeito que é surpreendentemente natural – até você olhar para a tela lateralmente. Em qualquer posição, exceto a visão reta, o efeito 3D falha completamente e as cores perdem parte do tom.

Com o cursor 3D virado para baixo, ele é basicamente uma tela 2D comum. (diria completamente 2D, na verdade). Mover o cursor 3D deslizante é extremamente suave – talvez até um pouco frouxo – e a imagem tem uma notável inclinação difícil de explicar. Mas imagine um personagem poligonal ficando nitidamente mais corporal e mais fácil de ver.

Sobre o novo controle analógico do lado esquerdo da tela, ele tem resistência suficiente para movimentar sua visão com precisão. Aparentemente esse botão será puramente movido para mudar nossas visões dentro dos jogos, e assim como a tela 3D é instantaneamente confortável de se olhar, esse controle é instantaneamente confortável para usar.

Ponto para a Nintendo, eles parecem ter feito um sistema 3D extremamente intuitivo. É impressionante, mas não necessariamente emocionante pela tecnologia em si. Até que os desenvolvedores realmente explorem a nova tecnologia, a experiência é bem próxima aos filmes 3D bem feitos: hábil, mas não necessariamente obrigatório para a experiência de jogo. A Nintendo precisa de um Avatar para realmente vender a idéia.